Um mapa-múndi pintado no bairro de Alvalade.

Artur Pastor (Arquivo Municipal de Lisboa)

Os cafés de outrora e de agora.

Descrição

A história dos conhecidos cafés do Bairro de Alvalade, e uma ideia de cidade aberta ao mundo: Vá-Vá, Luanda, Sul-América, Suprema, Trevi e Tique-taque e outras constelações imprevistas. Neste percurso também se recordará a cidade dos cineastas, a cidade dos escritores e a importância dos estudantes e dos intelectuais na difusão e consolidação de novas vivências urbanas.

Horário: Domingo – 24 de Setembro: 17:30

Duração: 120 min

Número máximo pessoas: 15

Visitas sem marcação: por ordem de chegada

Ponto de encontro: Café Luanda

 

Organização: Arquivo dos Diários e Aquilino Machado (Projecto Ágora, ZOE-CEG)

Mais informação sobre o Open House Lisboa da Trienal de Arquitectura aqui

 

One thought on “Um mapa-múndi pintado no bairro de Alvalade.

Os comentários estão fechados.