Conference on The Arts in Society 2017

Entre os dias 14 e 16 de Junho de 2017, realizou-se a 12ª conferência ‘The Arts in Society’ em Paris, sob o tema ‘Gestures that Matter’, na qual participaram três investigadores membros da equipa do ÁGORA. Esta conferência foi mais uma organização da rede de investigadores do grupo editorial Common Ground, que desta vez elegeu a Universidade Americana em Paris para acolher um vasto grupo de académicos, artistas e outros profissionais da cultura, convidando-os a apresentar os seus trabalhos de investigação e partilharem as suas experiências sobre os mais variados temas e campos artísticos. Tratou-se de um fórum interdisciplinar onde se discutiu o papel das artes na sociedade. Foi lugar de pensamento crítico, examinação e experimentação, de desenvolvimento de ideias que conectam as artes a múltiplos contextos, incluindo palcos, salas de aula, museus e galerias, ruas e comunidades. Nos três dias da conferência houve espaço para sessões plenárias, workshops, apresentações de posters e várias sessões paralelas distribuídas por diferentes espaços do bairro 7ème Arrondissement ou  Arrondissement du Palais-Bourbon, situado entre os Invalides e a Torre Eiffel.

Seguindo a ordem do programa da conferência, a investigadora Ana Estevens apresentou uma comunicação intitulada “Music Performance in Segragated Spaces: The case of Lisbon” onde expôs o papel do RAP e a importância da música Cabo Verdiana na integração da comunidade imigrante da Cova da Moura. No mesmo dia, Filipe Matos fez uma apresentação sobre “Urban Living Labs: Cultural Scenes, the Arts, and the Artists as Levers of New Urbanities” onde detalhou as características e preocupações por detrás desta metodologia, sublinhando o seu potencial enquanto instrumento capaz de promover o encontro de diversos atores e agentes locais, com vista à identificação de um problema urbano e delineação de possíveis estratégias de resolução por via da atividade artística. No dia seguinte, Leandro Gabriel expôs as ideias mais importantes sobre o seu trabalho de doutoramento na comunicação “Transcultural Capital and Emigration of Contemporary Portuguese Visual Art(ists)”, onde apresentou as principais questões de investigação, os conceitos chave e os primeiros resultados (ainda que preliminares) do inquérito por questionário em curso (ver: https://migrarteblog.wordpress.com)

Embora sejam bastante específicas no seu tema e na análise que desenvolvem, as três apresentações têm, no entanto, alguns pontos e ideias que as unem, nomeadamente os artistas enquanto sujeitos da ação, a crise financeira enquanto contexto económico que motiva e potencia a ação nos lugares em estudo, ou a escala da cidade e das cenas culturais como foco geográfico da análise empírica.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s